logomarca unisat
Unisat - Treinamento e Consultoria
http://unisat.com.br/curso.php?id=341


Curso

12 a 16 de março, das 08:30 às 17:30

Comunicações Digitais via Satélite 

Brasília / DF



Em formação| Curso Diurno  

Objetvo

Este curso visa fornecer uma base sólida de conceitos, fundamentos técnicos, tecnologias, redes, serviços e aplicações dos sistemas de comunicações via satélite.

Além disso,será efetuada uma breve análise sobre a atual utilização das posições orbitais brasileiras e estrangeiras (com direitos de aterrissagem em território brasileiro - "landing rights"), incluindo as posições arrematadas no último leilão da ANATEL. Banda Ka, HTS-High Throughput Satellites, o uso de soluções via satélites para o Plano Nacional de Banda Larga, aplicações pelas áreas militar, de segurança e de vigilância, defesa civil, expansão e interiorização da TV Digital, DTH, redes VSAT, SCPC, SNG, Teleportos e Ensino a Distancia via satélite são outros dos temas a serem abordados.

Será apresentada uma visão geral atualizada dos pontos mais importantes em termos de preços, prazos, além de considerações relevantes para projeto e implantação de redes via satélite.

O curso parte dos conceitos básicos das comunicações via satélite, evolui para os tópicos de segmento espacial, segmento terrestre e suas implicações para cálculos de enlace, dimensionamento das estações terrenas, análise de custos x desempenho, considerações para projetos, e aspectos de implantação, operação e manutenção.

O instrutor utiliza toda sua experiência prática para ilustrar com estudos de casos práticos de redes VSAT para projetos acesso em banda larga à internet, programas de inclusão digital e outras aplicações de interesse de governo.


Público-Alvo

Profissionais que necessitem de um embasamento sólido na área das comunicações via satélite e/ou de uma revisão e atualização.

Pré-Requisito

Conhecimentos básicos de transmissão, de RF, de telecomunicações, redes e internet.

Conteúdo

Vide ementa.

Ementa

1. Conceitos Introdutórios: Satélites e o Sistema Solar, Satélites Naturais e Satélites Artificiais, Noção de Distância Espacial, Coordenadas Geográficas, Gravidade, Força Centrífuga, Órbitas e Altitude de órbitas.

2. Classificação dos Satélites: pelo Propósito (Objetivo), pelo Serviço, pela Altitude de Órbita, pela Inclinação de Órbita, pelo Porte (Dimensões/Massa),Classificação dos Satélites de Comunicações pelo tipo de Serviço, pela Altitude de Órbita, pela Inclinação de Órbita, pelo Porte (Dimensões/Massa), Lançadores e Bases de Lançamento. Setor Espacial no Brasil, MCTIC, AEB e INPE.

4. Visão Sistêmica das Comunicações via Satélite: Up-Links e Down-Links, Conceituação e composição de enlaces, canais, circuitos, redes e sistemas de comunicações via satélite. Comparativo de Referência entre Comunicações Terrestres e Comunicações Via Satélite, Características e Utilização dos Satélites de Comunicação; GEOs e Não GEOs (MEOs e LEOs),"Wide Beams" GEOs e HTS (GEOs,MEOs e LEOs).

5. Unidades de Medidas: Relação adimensional,como Ganho,Atenuação,C/N, Eb/No, Es/No e Figura de Ruído (dB), Potência (W) e Nível de Potência (dBm e dBW),C/No (dBHz), Temperatura Equivalente de Ruído (Kelvin), Figura de Mérito do Sub-Sistema de Recepção (dB/K),Taxa de bit (bit/s),Taxa de Erro de bit (BER=10-n ), Taxa de Símbolos(símbolos/segundo=sps), Eficiência da Modulação (bit/símbolo) e Eficiência Espectral (bit/s/Hz), entre outras.

6. Transmissão Digital: Relações entre C/N e C/No, C/No e Eb/No,Eb/No e Es/No, C/N e BER, Eb/No e BER, Es/No e BER, Técnicas de Modulação, Desempenho do MODEM, Códigos Corretores de Erro, Cálculo da Taxa de Símbolos (Symbol Rate), Fator de Roll-Off, Cálculo da Banda Ocupada e Banda Alocada.

7. Técnicas de Múltiplo Acesso e de Consignação da Portadora: FDMA, TDMA, CDMA, PAMA, DAMA,Consignação Fixa, Consignação Adaptativa, SCPC, MCPC, SCPC Dinâmico, "Carrier In Carrier" (CnC) e Novas Tecnologias.

8. Padrões de Transmissão Digital Via Satélite
8.1 Padrões de Transmissão Digital para o Canal Direto: DVB-S, DVB-S2, DVB-S2X, NS3 e NS4
8.2 Padrões de Transmissão Digital para o Canal de Retorno: DVB-RCS, DVB-RCS2, SCPC, MF-TDMA, MxDMA e outros Padrões Proprietários dos Provedores de Tecnologias.

9. Faixas de Freqüências e Bandas utilizadas: Bandas L, S, C, X, Ku e Ka; ANATEL e a administração do espectro radioelétrico utilizado em Comunicações Via Satélite pelas operadoras e prestadoras de serviço brasileiras.

10. Segmento Espacial:

10.1. Diagrama em Blocos e Análise de um Satélite de Comunicações Típico
10.2. O que é um transponder?, De que é constituído o transponder, Componentes do transponder.
10.3. Diagrama em Blocos e Análise do "Payload de Comunicações" e seus Sub-Sistemas Componentes.
10.4. Características Técnicas dos Satélites:Plano de Frequências, Transponders, Beacons, Frequência de Conversão, Polarização,Características de Cobertura de Subida/Feixes e Características de Cobertura de Descida/Feixes, EIRP de Descida/Feixes, G/T/Feixes, Densidade de Fluxo de Saturação/Feixes,"Input BackOff" (IBO) e "Output BackOff" (OBO) e Densidade de Ruído de Intermodulação no Transponder/Feixes.
10.5. Aspectos dos HTS (GEOs, MEOs e LEOs)

11. Segmento Terrestre:

11.1. O que é uma estação terrena? De que é constituída a estação terrena? Componentes da estação terrena.
11.2. Diagrama em Blocos e Análise de Estações Terrenas, só TX, só RX e TX/RX.
11.3. Características Técnicas dos Equipamentos Componentes das Estações Terrenas: Moduladores, Conversores de Subida, Amplificadores de Potência de RF (PAs e HPAs), Antenas, Amplificadores de Baixo Ruído (LNAs), Conversores de Descida, Demoduladores, Decoders, Encoders, Unidades Integradas (MODs com saída em Banda L, BUCs, LNBs, DEMs com entrada em Banda L, IRDs, IDUs e ODUs, entre outros) e partes ("Chaves" de BB, de FI e de RF, Combinadores de FI, Divisores de FI, entre outros). Confiabilidade, Disponibilidade, Considerações de “Back-Up’s” e Custos associados.
11.4. Classificação das Estações Terrenas por Tipo de Serviço/Função:Estações Terrenas p/ FSS, BSS, MSS, MILSATCOM, Gateway e Teleportos.
11.5. Características Técnicas das Estações Terrenas: EIRP e G/T.
11.6. Características Mandatórias das Estações Terrenas de Características das Emissões,Estabilidade de Frequência, Emissão Fora do Feixe, Emissão Fora da Banda Alocada, Estabilidade de EIRP, Densidade Espectral de Potência, Máscara de Densidade Espectral de Potência na Saída do Modulador, Máscara de Densidade Espectral de Potência na Saída do Transmissor e Características das Antenas.
11.7. Licenciamento de Estações Terrenas

12. Redes VSAT: Significados de VSAT, Fluxos Inbounds, Fluxos Outbounds e de Rede VSAT, Arquitetura,Topologia, Alocação de Canais,Composições Típicas dos Canais Inbound e Outbound, Métodos de Múltiplo Acesso e Técnicas de Consignação da Portadora, Exemplos de Especificações de Ootbounds e Inbounds,Principais Métodos de Acesso ao Transponder de Satélites,Canais e Redes SCPC, Método Híbrido TDM/SCPC, MPEG-2 Transport Stream (TS) + Código de Bloco Reed-Solomon, Processo de Encapsulamento de IP para MPE e para MPEG.2-TS, Frame TDMA, Frame TDM (Outbound) Sincronizado com o Frame TDMA (Inbound),MF-TDMA, Exemplo de Arquitetura dos Protocolos no Outbound (Forward Link) e no Inbound (Return Link),DAMA – Demand Assignment Multiple Access,Constituição Física, A Estação Hub,Composição Típica e Interfaces, Diagramas em Blocos da Hub, Sub-Sistemas de Antena, RF, FI e BB. O Terminal Remoto VSAT, Composição Típica e Interfaces, Diagramas em Blocos da VSAT, Sub-Sistemas de Antena, RF, FI e BB. IDU, IFL, ODU, BUC, LNB. Redes VSAT com HTS em Banda Ku e HTS em Banda Ka, Fixação do Conceito de HTS e Comparativo com os "Wide-Beams". Reuso de Frequências, Multiplos Feixes (multi spot beams),Largura de Banda, Eficiência Espectral e Throughput. Quais parâmetros influem na Eficiência de um HTS? "Beams" e Área de Cobertura de um HTS. HTS com Arquitetura Aberta e HTS com Arquitetura Fechada. HTS em Banda Ku e HTS em Banda Ka. VNOs - Operadoras Virtuais de Redes via HTS. Gateways e VSATs. NMS-Network Management System. NOC-Network Operation Center, Aplicações, Mercados/Segmentos e Produtos. Principais Players em termos de Operadoras de HTS em Banda Ku e em Banda Ka, Principais Provedores de Tecnologias de Redes via Satélite e Principais Operadoras de Serviços de Comunicações via Satélite.

13. Exemplos de Redes/Enlaces para: Mídia (Contribuição de TV,Distribuição de TV e DTH), 3G & 4G Cellular Backhaul, Empresas, ISPs (incluindo a Rede), ISPs, Mobilidade Marítima e Aérea,Operadoras, VNOs e "Internet Varejo".

14. Considerações para Projetos de Redes Via Satélite:Visão Geral Simplificada Análise,Cálculo de Enlace e Dimensionamento das Estações Terrenas; Aspectos de Interferência, Intermodulação e de Desempenho do Enlace. Aspectos a serem considerados na Implantação: Seqüência prática simplificada da assinatura do contrato até a ativação comercial da rede; Aspectos a serem considerados na Operação, Manutenção e Expansão das Redes Via Satélite.

15. Aspectos Regulatórios das Comunicações Via Satélite no Brasil.

16. Visão Geral e Tendências da Indústria de Soluções Tecnológicas via Satélites.

17. Aspectos de Serviços, Aplicações e Mercados


- Mercados de Mídia (TVs e Audiovisual de forma ampla),
- Mercado de 3G & 4G Cellular Backhaul,
- Mercado de Redes Corporativas,
- Mercado de ISPs,
- Mercado de Mobilidade Marítima e Aérea,
- Mercado de Operadoras,
- Mercado de VNOs,
- Mercado de "Internet Varejo",
- Mercado "Verticais" e nichos.

Observações:

1. A UNISAT se reserva o direito de alterar o calendário, caso não ocorra quorum suficiente.

2. Incluso no curso:
- Apostila (slides apresentados nas aulas);
- Pasta;
- Caneta;
- Certificado de conclusão.

Carga Horária
  • 40 horas
Corpo Docente
  • José Raimundo Cristóvam Nascimento
Data(s)
  • 12 a 16 de março, das 08:30 às 17:30
Endereço
  • Edificio America Office Tower SCN Quadra 1 Bloco F, sala 1601, 16 andar
  • Brasília
Forma de Pagamento
  • Valor: R$ 3.400,00